...Mais tarde será tarde e já é tarde. O tempo apaga tudo menos esse LONGO indelével rasto que o não-vivido DEIXA...




Sophia de Mello Breyner Andresen 
3 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!