...e foi por isso que nessas noites morri muitas vezes enquanto as secretas palavras de adeus alastravam pela foz do teu desejo e a minha pele se despia vagarosamente da tua...




Alice Vieira
13 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!