quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

''Queira amar, queira amar, queira amar, me queira...''



AMAR é ver dIfErEntE.
Depois fica-se cego.
Mas primeiro é ver diferente.






Gonçalo M. Tavares


*à Você que passou aqui por esses dias que estive ausente: obrigada! Aos poucos vou lendo as maravilhas desse mundo. 
**Estava com saudades mil daqui. 
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...