domingo, 11 de dezembro de 2011


"Certos sentimentos acorrentam,


o ser humano vira âncora, vira peso.


Alma leve tem formato de borboleta,

já viveu seu tempo de lagarta,


passou pelo processo de casulo.


Hoje, vive a certeza colorida de ser livre."






Renata Fagundes
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...