quarta-feira, 30 de novembro de 2011


Um dia talvez faça sentido 

a tua fuga urgente e fria

pela calada do silêncio.

Só então perdoarei o tempo

pela dor de não te ter tido

nem ter sabido de cor.


Maria Quintela
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...