Se me perguntarem das artes do mundo, escolho a de ver cometas. 




Herberto Helder
9 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!