A felicidade sempre iria ser clandestina para mim.


Parece que eu já pressentia.


Clarice Lispector
6 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!