domingo, 6 de novembro de 2011


e ao anoitecer adquires nome de ilha ou de vulcão


deixas viver sobre a pele uma criança de lume

e na fria lava da noite ensinas ao corpo




a paciência

o amor
o abandono das palavras
o silêncio


e a difícil arte da melancolia



Al Berto
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...