domingo, 16 de outubro de 2011

Permita ir contigo, de alguma maneira...


Quando você for se embora, moça branca como a neve, me leve. Se acaso você não possa me carregar pela mão, menina branca de neve, me leve no coração. Se no coração não possa por acaso me levar, moça de sonho e de neve, me leve no seu lembrar. E se aí também não possa por tanta coisa que leve já viva em seu pensamento, menina branca de neve, me leve no esquecimento.





Ferreira Gullar
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...