Nunca escreverei uma palavra para lamentar a vida.

Meu verso é água corrente, é tronco, é fronde,

É folha, é semente, é vida!

-É vida-





Cora Coralina
3 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!