Na incandescência
do sol forte do meio-dia


reparei que a casa estava vazia
e as paredes 'reflectiam' a tua ausência.




Manuel Filipe
6 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!