Vou mergulhar, talvez bater cabeça no fundo, vou dar braçadas,

remar todos mares do mundo (…)




O Teatro Mágico.
5 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!