"Um dia, atiro a alma ao ar e serei friamente feliz."


Miguel Esteves Cardoso
1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!