terça-feira, 6 de setembro de 2011


"se o teu coração quebrou ao meio... deita fora o que te dói,
e vive em paz com a metade que te cura.
o contrário, tentar esperar que tudo passe,
tentar esquecer o que te fez feliz.
tentar apagar da memória quem te fez bem.
esperar que o tempo apague..

não te enganes, esse remédio... só prolonga os teus dias doentes."

William Shakespeare, 


**Vivendo os dias mais atribulados do ano...

Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...