O meu olhar tem razões que o coração não frequenta



Jorge Palma
1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!