"No Vale Encantado quem sorrir bebe a luz do luar
Ventos de cereja e sons de risada de irmão

mil estrelas de bombons, frutas de perdão
hálito de oásis, flor de afago no chão

No Vale Encantado quem sorrir
pega o céu com a mão..."



Oswaldo Montenegro


4 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!