quarta-feira, 7 de setembro de 2011


"Não digas nada, dá-me só a mão. Palavra de honra que não é preciso dizer nada, a mão chega. Parece-te estranho que a mão chegue, não é, mas chega.
(…) Se calhar sou uma pessoa carente. Se calhar nem sequer sou carente, sou só parvo.



António Lobo Antunes

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...