A liberdade dentro de mim 

Escraviza 

A minha própria liberdade” 



 Artur do Cruzeiro Seixas
2 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!