Foi o vento… sossega, meu coração; 

              Às vezes o vento parece falar…


Vinícius de Moraes
3 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!