Agora és livre, se ainda te recordas...


(…) 
Eu sou essa pessoa a quem o vento rasga.

Pelos mundos do vento em meus cílios guardadas
vão às medidas que separam os abraços.

Eu sou essa pessoa a quem o vento ensina:
Agora és livre, se ainda recordas



Cecília Meireles
6 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!