segunda-feira, 12 de setembro de 2011

 
 
Abraçava os travesseiros como se fossem o corpo dele, e chorava e chorava e chorava até dormir.
 
 
Caio Fernando Abreu. 
 
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...