domingo, 14 de agosto de 2011

A vocês, Pais por natureza, por opção e amor, não bastaria dizer: que não temos palavras para agradecer tudo isso. Mas é o que nos acontece agora, quando procuramos arduamente uma forma verbal de exprimir uma emoção ímpar. Uma emoção que jamais seria traduzida por palavras. 

Parabéns Pai!

Ao Meu, em especial, 

Ao Seu, com meu carinho!



Autor Desconhecido

Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...