A única coisa que fiz até hoje foi fugir, de mim mesmo, do meu nada, e agora não tenho mais para onde ir, nem sei o que vou fazer.


Charles Bukowski
6 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!