Uma súbita calma...


Quase bailarina em gestos precisos,medidos, elegantes.








Caio Frnando de Abreu
16 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!