O que magoa mais na solidão?:
A ausência (do outro)
Ou a (nossa) presença?




Pedro Jordão
5 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!