sexta-feira, 5 de agosto de 2011


Não quero medir a altura do tombo, 

Nem passar agosto esperando setembro



 Zeca Baleiro

Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...