...feito coisa feita...


É tão difícil entender o quanto eu gosto de você? Pois eu repito: “Mas eu gostava dele, dia mais dia, mais gostava". Digo o senhor: como um feitiço? Isso. Feito coisa-feita. Era ele estar perto de mim, e nada me faltava. Era ele fechar a cara e estar tristonho, e eu perdia meu sossego.




Guimarães Rosa
13 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!