quinta-feira, 4 de agosto de 2011

As pessoas precisam ver as coisas com menos dureza. Aprender que até da rocha nasce flor. Que das bocas deveriam sair palavras leves e doces em pleno voo de paixão. Tatuar na alma: amor.



Caio Augusto Leite,
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...