Alguém procura onde eu estou só, e encontra
o campo desbaratado
e branco da sua solidão.


Herberto Helder
5 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!