quarta-feira, 13 de julho de 2011


Voa, que há liberdade. 

       Voa por inteiro, escuta tua vontade.

            Voa em devaneio, abandona a sanidade.

                                  Voa o voo do nobre anseio e 

                                      Retorna quando der saudade






 Rafael Vecchio
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...