segunda-feira, 18 de julho de 2011


Sentia o mundo palpitar docemente em seu peito,

Doía-lhe o corpo como se nele suportasse a

Feminilidade de todas as mulheres



Clarice Lispector 
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...