Por que não podemos conversar com nossos livros? Não raro são eles tão inteligentes quanto as pessoas; às vezes até igualmente divertidos; e respeitam mais a nossa liberdade”
 

Hermann Hesse
6 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!