…Na bagunça do teu coração


Meu sangue errou de veia e se perdeu...





Chico Buarque
1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!