Faz de conta que amava e era amada, faz de conta que não precisava morrer de saudade.


Clarice Lispector
4 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!