...dias...



Na verdade, o que eu tenho é uma alma de violoncelo:


                               - grave,

                              profunda,

                                      triste.''     




Mário Quintana  
13 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!