"(...) em assuntos do coração e do sentir, sempre o


demasiado foi melhor que o diminuído. "




José Saramago
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!