'...Como as pedras imóveis na praia eu fico ao teu lado sem saber, dos amores que a vida me trouxe e não pude viver...'


Raul Seixas

8 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo é vário. Temporário. Efêmero. Nunca somos, sempre estamos!